Júlia Rabello
   
  MENU
 
 
 
 
 

 
Carolina
Revista Aplauso
  Revista Aplauso
Carolina

A grande força por trás do escritor Machado de Assis.

O espetáculo Carolina, de Tarcísio Lara Puiati mostra como foi Carolina Augusta Xavier de Novais Machado de Assis, musa, cúmplice, companheira, uma mulher à frente de seu tempo. E a mulher do grande escritor brasileiro. Carolina foi apontada como figura central no crescimento do escritor, considerado um dos maiores mestres da literatura latino-americana até por autores da língua espanhola da atualidade, como o mexicano Carlos Fuentes e o peruano Mario Vargas Llosa. Foi aberto um ciclo de peças do escritor para comemorar o centenário da morte dele. Para Júlia Rabello que faz o papel que reveza sendo Carolina com mais três atrizes diz que: "São diversas coincidências, pontuadas pela paixão que todas nós devotamos a Machado, principalmente ao soneto. À Carolina, um dos mais belos poemas de amor da língua portuguesa", conta. Fragmentos das principais obras de Machado são citados ao longo da peça, que trata do amor entre os dois e das mulheres que ele imortalizou, como Capitu (Dom Casmurro), Giomar (A mão e a luva) e Helena (Helena). As personagens também dividem a cena com Carolina e com uma mulher que personifica a morte.